segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Se as portas da percepção fossem limpas...

"Se as portas da percepção fossem limpas, tudo pareceria para nós como é, infinito." (William Blake)