quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Shantideva

Mestre budista indiano do oitavo século, renomado estudioso da Universidade de Nalanda e  adepto da filosofia Prasangika Madhyamika, Shantideva nasceu no sul da Índia, em um lugar chamado Saurastra. Seu pai era o Rei Kalyanavarnam, e seu nome Shantivarnam. Quando jovem, ele agiu naturalmente na forma de um bodhisattva. Ele tinha uma grande ligação com os ensinamentos Mahayana, um grande respeito por seus professores, e era diligente em seus estudos. Era muito compassivo com os humildes e os enfermos, dando-lhes auxílio e proteção. Também se tornou muito culto e hábil em todas as artes e ciências. Durante sua juventude, Shantideva encontrou um yogue errante que lhe deu os ensinamentos sobre a Manjushri Tikshna Sadhana e, através desta prática, estabeleceu uma forte ligação com o bodhisattva Manjushri e alcançou um alto nível de realização.


O Bodhicaryavatara (O Caminho do Bodhisattva), escrito por Shantideva, é um texto clássico do budismo Mahayana. Tem sido estudado, interpretado e praticado por uma tradição ininterrupta, durante séculos, primeiro na Índia e mais tarde no Tibete. Ele explica o ponto de vista do Mahayana e os métodos para realizá-lo, o cultivo de uma mente altruísta e o desenvolvimento de uma profunda percepção sobre a natureza da realidade. Sua Santidade o Dalai Lama disse: “Se eu tiver alguma compreensão da compaixão e da prática do caminho do Bodhisattva, é inteiramente com base neste texto que eu a possuo”.

(Fonte Wikipedia.com e gunanorling.org)